terça-feira, 29 de julho de 2008

Conhecimento vale mais que experiência

Estava lendo um post que veio pela newsletter do javalobby, que achei muito interessante e me fez pensar em algumas coisas.
Resumindo, a conclusão principal do post é: "Não adianta ter anos de experiência em [coloque-aqui-o-que-quiser] da forma errada.", ou seja, muitas vezes os anos de experiência são substituidos pela teoria (sem a prática), esta qual pode ser adquirida de várias maneiras.

Meio confuso não?! Vou tentar explicar um pouco melhor. Nos post do Jurgen Appelo, ele cita a questão da Lobotomia, e cita as seguintes frases, que tentei achar no wikipedia em português, porém as descrições não eram tão boas quanto as em inglês, então traduzo abaixo:

A Lobotomia, ou Leucotomia, que envolve o corte das conexões do Cortex Frontal, foi usado em alguns milhares de pacientes por todo o mundo durante o século 20, o que ocasionava uma mudança de comportamento, com o intuito de "curar" pessoas com esquizofrenia, e depressão profunda. Hoje este procedimento é considerado como "um dos maiores e mais bárbaros erros praticados pela medicina"
Jurgen faz uma pergunta após isso: "Você ainda ficaria impressionado com médico com mais de 20 anos de experiência em Lobotomia?"

O que me chamou atencão neste post foi justamente nunca ter parado para pensar sobre isso, e nunca ter feito uma comparação deste tipo. Realmente, 20 anos fazendo a coisa da maneira errada, vale mais que 1 mês fazendo da maneira certa? Isso nos remete também aquele outro post sobre A Fábula dos Porcos Assados.

O que ele ressalta ainda no post, é que a sua experiência como desenvolvedor não importa muito quanto aplicar a técnica ou tecnologia certa para resolver o problema, agora faz mais sentido aquela analogia de "Para quem só tem um martelo, tudo parece prego."

Outra frase de grande impacto citada por Jurgen, é a seguinte:
"Professionals don't match problems with their experiences. They match them with their knowledge."
tradução livre:
"Profissionais não usam a experiência para resolver os problemas. Eles usam o conhecimento para resolver os problemas."

Isso não quer dizer que você deva ficar em casa lendo livros sobre tudo que você saberá fazer tudo, mas diz que a experiência não diz muita coisa, se junto com ela não vier o conhecimento, e principalmente o conhecimento do correto.

Sem dúvida uma opinião um pouco radical, mas sem dúvida cheia de verdades. O que acha você? Pronto para uma lobotomia? Conheço uma pessoa cheia de experiência! =)

9 comentários:

marcossousa disse...

Juliano,

Sem dúvida nenhuma isto é uma questão importante. Não adianta o profissional ter 10 anos de experiência se ele não busca novos desafios, conhecimentos.

Gostei do seu post!

Anônimo disse...

Voce tal como o autor original esta partindo de pressupostos errados. Voce diz "20 anos fazendo a coisa da maneira errada". Pense um pouco, alguem que faca as coisas de maneira errada durante 6 meses ou 1 ano pura e simplesmente ou muda ou é despedido. Quem é pode ter experiencia de "20 anos fazendo a coisa da maneira errada"? E é falso que conhecimento valha mais do que experiencia, porque "experiencia" quer dizer "conhecimento acumulado", e é um contra-senso dizer que "conhecimento" vale mais que "conhecimento acumulado". É possivel ter conhecimento sem experiencia mas nao é possivel ter "experiencia sem conhecimento".

Juliano D. Carniel (jujo) disse...

[Marcos] - Valeu!

[Anônimo] - Não necessariamente alguém que faz uma coisa 20 anos da maneira errada é demitido, vide o exemplo da loboctomia. Uma coisa que aceita como verdade e o certo não necessariamente é a verdade e o certo. Você está partindo do pressuposto de uma figura destoante ao seu meio, a qual faz coisas totalmente diferentes dos outros e não é essa a idéia. Mas sim, o meio estar fazendo errado.
Um exemplo simples. Eu não vou contratar um gerente de projeto com 5 anos de experiência em gerenciamento de projetos de software da maneira "tradicional", sendo que minha equipe utiliza Scrum. Entendeu o ponto de vista?
Agora, eu concordo contigo, que: "É possivel ter conhecimento sem experiencia mas nao é possivel ter 'experiencia sem conhecimento'."
O meu post, assim como o do autor, não foi paa ditar verdades absolutas, mas sim para expor um ponto de vista.
Apenas para ressaltar, por exemplo, a experiência em desenvolvimento (esqueça linguagem aqui) nunca será substituida pelo conhecimento de uma linguagem apenas. Mas agora, a experiência por sí só, não substitui a força do conhecimento, lembrando que o conhecimento, pode ser adquirido de várias maneiras, e uma delas é com a experiência. =)

Valeu, abraço.

Cristiane disse...

O anônimo ficou com dor de cutuvelo!!!
PONTO


Parabéns pelos posts Ju =)

Anônimo disse...

Oh Cristiane, escreve-se cotovelo, não cutuvelo. Pelos vistos nem a conhecimento nem a experiência a si lhe valem...

Anônimo disse...

Dor de cotovelo porquê? Por estar na Europa ganhando quase 200.000 reais por ano, graças à minha experiência? Que pena não me doerem os dois cotovelos, então...

Juliano D. Carniel (jujo) disse...

Nossa... e eu achando que o tal Anônimo fosse uma pessoa culta. =\ Este tipo de atitude espera-se de um "piá pançudo" como se diz no paraná. Que bom pra ti então que vc ganha rios de dinheiro... aproveita e fique por ai mesmo =)

Anônimo disse...

Pois pois, a mim tambem me custa... Continue escrevendo idiotices, ainda por cima copiadas de outras idiotices. Nem sei pq perder tempo com isso...

Juliano D. Carniel (jujo) disse...

Resolva o seu problema, não leia idiotices, e não se de o trabalho de comentar idiotices, sua vida será muito melhor.